<

Vanguarda em Filantropia e Inovação em Investimento Social

“Meus antecessores também me transmitiram o princípio de que a riqueza requer certas responsabilidades, e esta convicção em levou a estudar e praticar novas formas de filantropia”.“Stephan Schmidheiny, Minha Visão. Minha Trajetória”. Janeiro de 2006.

Stephan Schmidheiny começou a se aventurar no mundo da filantropia logo no início de sua carreira profissional, na década de oitenta. Apoiou e criou várias organizações sem fins lucrativos para incentivar o surgimento de empreendedores e de negócios sustentáveis econômica, social e ambientalmente, com alcance global e impacto regional na América Latina. Também promoveu a arte e fez contribuições importantes nas áreas de educação e formação profissional.

Varias fundações criadas por Schmidheiny estão localizadas na América Latina, devido ao seu interesse na região e em seu povo. Há casos muito emblemáticos como a FUNDES, a Avina e a MarViva, que evoluíram e se internacionalizaram. A FUNDES apoia e fortalece a gestão das MPME. A Avina contribui com mudanças concretas e importantes para um desenvolvimento mais sustentável na América Latina. A MarViva visa proteger a grande riqueza marinha do Pacífico Tropical Oriental.

sts10

Para garantir a continuidade em longo prazo dessas instituições, Stephan Schmidheiny criou a VIVA Trust, em 2003. A palavra VIVA é uma combinação das palavras visão e valores, e é o nome dado a esse fideicomisso, ao qual ele doou as ações de suas empresas do Grupo Nueva. Parte dos lucros e dividendos gerados por essas empresas é investida nas fundações latino-americanas para garantir sua longevidade e transparência para além da própria pessoa.

Na área artística, Stephan criou a “Fundação Alexander Schmidheiny”, que apoia projetos e atividades culturais, sociais e ecológicas, além de administrar e divulgar a Coleção de Arte Moderna Daros na Europa e na América Latina.

Suas contribuições para a educação foram feitas através de seu apoio e, em alguns casos, participação em empreendimentos de formação profissional de altos executivos e donos de empresas.

Filantropia Sustentável

“Obviamente a filantropia tradicional não era a opção que eu estava procurando. Eu precisava encontrar um catalisador para desencadear o tipo de progresso humano sustentável com o qual todos os governos do mundo tinham estado em acordo na Cúpula da Terra.”. “Stephan Schmidheiny, Minha Visão. Minha Trajetória”. Janeiro de 2006.

Educação

Instituto Internacional para o Desenvolvimento Gerencial, IMD

Em 1986, Stephan Schmidheiny foi eleito presidente do Instituto Internacional de Gestão, IMI, de Genebra, devido a seu vasto conhecimento do mundo corporativo. No cargo, identificou outras entidades que também se especializaram na formação de gestores e, em 1989, promoveu a fusão com o Instituto de Estudos dos Métodos de Gestão Empresarial (IMEDE), de Lausana. O objetivo era criar uma organização mais forte e isso deu origem ao Instituto Internacional para o Desenvolvimento Gerencial, IMD, com sede em Lausana, Suíça, uma instituição que é líder mundial, assim como outras, na área de formação em gestão corporativa.

Juntamente com o empresário canadense Frank Tilley, Schmidheiny apoiou a criação do Family Firm Institute, FFI, voltado para pesquisa e treinamento na área de empresas familiares. Com o surgimento do IMD, o FFI se transformou no Centro Global de Empresa Familiar IMD, que até hoje realiza o programa “Liderar a Empresa Familiar”.

Na década de 90, Schmidheiny doou para o IMD a cátedra “Empresas Familiares Stephan Schmidheiny”, posteriormente denominada cátedra Stephan Schmidheiny de Empreendedorismo e Finanças, que realiza treinamentos e pesquisas na área de empreendedorismo sustentável. Depois do trabalho realizado, Schmidheiny se retirou do conselho administrativo da Fundação IMD, em 1992.

www.imd.org

Centro Latino-Americano para Competitividade e Desenvolvimento Sustentável, CLADS,
na INCAE Business School

Em 1996, Stephan Schmidheiny e o engenheiro mecânico Roberto Artavia fundaram o Centro Latino-Americano para Competitividade e Desenvolvimento Sustentável, CLACDS, na INCAE Business School na Costa Rica.

Este centro de pesquisa, o think tanks, promove a mudança para uma sociedade econômica e socialmente mais sustentável, para os governos regionais, o setor privado e a sociedade civil.

Veja aqui o vídeo sobre a história da INCAE

www.incae.edu/es/clacds

Conservação

Fundação MarViva

Em 2002, Stephan Schmidheiny e Erica Knie criaram, na Costa Rica e no Panamá, a Fundação MarViva, que, quatro anos depois, foi estabelecida também na Colômbia. A missão da Fundação é proteger a grande riqueza marinha do Pacífico Tropical Oriental. A Fundação propôs e desenvolveu um modelo para a gestão e uso responsável dos recursos marinhos, baseado no apoio às atividades de controle e de vigilância, no estabelecimento de normas e no aprimoramento dos procedimentos legais. Para isso, conta com equipes multidisciplinares que trabalham de maneira integrada junto a biólogos marinhos, comunicadores sociais, cientistas políticos, advogados, oceanógrafos e geógrafos, entre outros.

Desde sua fundação, a MarViva opera como uma organização não-governamental, ONG, sem fins lucrativos, voltada para a conservação e o uso sustentável dos bens marinhos e costeiros, principalmente nas áreas marinha protegidas.

www.marviva.net

Cultura

Fundação “Alexander Schmidheiny”

A Fundação Alexander Schmidheiny foi criada como entidade filantrópica, em 1993, por Stephan Schmidheiny em homenagem a seu irmão mais novo Alexander, falecido no ano anterior.

A fundação iniciou seus empreendimentos filantrópicos nos arredores da família Schmidheiny, no leste da Suíça. Posteriormente, ampliou suas atividades para a região suíça de Rhine Valley, onde apoiou projetos culturais, sociais e ambientais.

Com seu programa Daros Art Education, voltado para o público jovem, a Fundação explora novas alternativas para aproximar a arte e as pessoas.

www.alexanderschmidheinystiftung.ch/de/uber-uns

Coleção Daros

A Coleção Daros teve início nos anos 80, quando a paixão pela arte uniu os amigos Alexander Schmidheiny e Thomas Ammann.

Graças aos bons relacionamentos no mundo da arte, Alexander e Thomas conseguiram adquirir obras de artistas renomados da segunda metade do século XX como Andy Warhol, Brice Marden, Cy Twombly e outros.

Após o falecimento precoce dos dois empreendedores, Stephan Schmidheiny decidiu dar continuidade à iniciativa cultural da qual ser irmão Alexander tinha participado. Para isso, promoveu a Coleção Daros, garantindo a evolução do projeto e o acesso do público em exposições abertas. Nessa época, e após avaliações feitas por especialistas, algumas obras foram vendidas e a coleção foi enriquecida com novas aquisições, agregando assim novos artistas como Gerhard Richter, Willem de Kooning, Agnes Martin e Mark Rothko.

Entre 2001 e 2008, algumas obras da Coleção Daros foram apresentadas nas Exposições Daros no Museu Löwenbräu-Areal da Suíça. Desde 2010, a coleção pode ser vista permanentemente na Fundação Bayeler, de Riehen, Suíça.

www.daros.ch

Daros América Latina

Fundada no ano 2000 por Stephan Schmidheiny e Ruth, sua mulher na época, a Daros América Latina é uma instituição de arte com sede em Zurique. Seu objetivo é criar uma coleção de arte contemporânea da América Latina.

Com uma intensa atividade de exposições internacionais, várias publicações, a maior biblioteca da Europa sobre o assunto e uma rede internacional em expansão, a Daros América Latina se tornou um facilitador do diálogo entre os artistas da América Latina e o púbico internacional sobre a arte.

Após 10 anos de exposições bem-sucedidas no Löwenbräu-Areal de Zurique, a Daros América Latina agora realiza suas atividades através da sede Casa Daros do Rio de Janeiro, desde 2013. Como plataforma para as artes e a cultura, a Casa Daros se tornou um ponto de encontro entre o Rio de Janeiro, o Brasil, a América Latina e o resto do mundo das artes plásticas.

Além das exposições permanentes no Rio de Janeiro, a Coleção Daros América Latina viaja o mundo e pode ser vista em museus e instituições de outros países, graças a vários projetos de colaboração.

www.daros-latinamerica.net

fechar

Cronologia